Parede de lousa, seja bem-vinda

Semana passada fui ao médico e o danado estava numa espirração só, com a garganta irritada e tudo. Resultado: voltei doente pra casa. Desde então, tô numa canseira horrível, com a prequiça tentando se apossar de mim a cada cinco segundos. Mesmo assim, me arrastei (olha o drama) e terminei um projeto bem bacana aqui em casa, no corredor. Eu tinha uma parede assim, ó:


Sabe aquela frustração infantil de nunca poder escrever na parede porque mamãe e papai não deixavam? Pois é, acabei de resolver isso com a ajuda de uma receita libertadora de tinta para lousa que dona Martha Stewart ensinou aqui, mas que vi no blog da Vivi tempos atrás (beijo, Vivi).
  

Mesma parede vista de outro ângulo:


Como estava com a música Imagine, do Jhon Lennon, agarrada na cabeça há vários dias, resolvi dar uma exorcizada no pensamento e colocar ela na parede, do teto ao chão. Mas em parede de lousa também dá pra desenhar, escrever (como eu fiz), fazer lista de compras (como a menina fofa do SuperZíper fez), fazer calendários, porta-recados (que, nesse caso, é literalmente uma porta) e até mesmo cabeceira de cama. Enfim, as possibilidades são praticamente infinitas. E aí, gostou? Quer aprender a fazer uma igual? Então segue o passo-a-passo abaixo (feito com carinho) e vamos lá:


Receita de tinta de lousa:

Antes você precisa ter como base uma área com acabamento liso de tinta látex (PVA) em qualquer tom. Para áreas pequenas, como uma porta, misture 1 xícara por vez. 

1. Em um recipiente, despeje 1 xícara de tinta da cor de sua preferência. Eu usei uma tonalidade de azul da Suvinil chamada Cassino. Quis variar um pouco na cor da lousa, sempre verde ou preta.
2. Adicione 2 colheres de sopa de argamassa bem fina. Se possível, tente peneirar com uma gaze, para retirar os grãos maiores. Misture até ficar uniforme, sempre desfazendo os caroços que se formam na tinta, ou então eles vão deixar falhas na pintura no momento de lixar.
3. Aplique a tinta com um rolo. Espere secar e aplique outra mão. Faça isso mais uma vez. No total, eu apliquei três mãos. Isso é para garantir a cobertura completa e uniforme. Deixe secar.
4. Depois da tinta completamente seca, lixe toda a área com lixa 150 e limpe o pó da parede.
5. Por fim, esfregue o lado de um giz sobre toda a superfície da lousa, cobrindo-a completamente. Isso é para preparar a área. Após, limpe com uma esponja úmida.


Para quem achou muito trabalhoso, a Coral tem uma linha de tintas chamada Coralit, um esmalte sintético que é resistente, durável, feito para pintar madeira e metal. Tenho visto algumas blogueiras usando esse esmalte para fazer suas paredes de lousa. Acontece que na opção fosca há somente as cores verde e preto, o que te restringe a lousa tradicional. E nem pense em usar uma tinta qualquer para fazer sua lousa, porque na primeira vez que for passar um pano úmido para apagar a tinta vai sair junto. Então, se quiser uma lousa de outra cor, como eu quis, vai ter que botar a mão na massa (ou, melhor dizendo, na argamassa) e fazer a sua própria tinta para lousa.

E então, bora lá fazer sua própria parede de lousa? Me mostra, tá? Sou curioso, quero ver.


6 comentários:

  1. Olá Marco!!! Amei seu blog... idéias divertidas, originais e charmooosas!!! Confesso que me identifiquei com vc... também tenho um 'bicho carpinteiro'... hehehe... há e amo gatos... tenho 13... kkk... a louca dos gatos!!! Quando puder, faça-me uma visita, vamos tomar um chá e comer bolo de fubá... amooo!!! rsrs

    ResponderExcluir
  2. @Eliza Freitas

    Obrigado pelo carinho, Eliza! Eu ainda só tenho dois gatos mas, assim que me mudar para um lugar maior, eles que me aguardem. Será o Louco dos Gatos 2, o retorno...hahahahahahahaha. Vou dar uma passadinha lá no seu blog agora pra tomar chá com bolo, então. Beijos! Volte sempre! xD

    ResponderExcluir
  3. Adoreeeeei.. não pare.. não pare..!!!!! É diversão garantida para os internautas.. Beijão Marco! Jana Falchetto

    ResponderExcluir
  4. @An�nimo

    Pode deixar que não vou parar não, vocês vão ter que me aguentar....hahahahahahaha. Em breve vou postar uma coisa que fez Eduardo morrer de vergonha. O.o

    ResponderExcluir
  5. Nossa adorei esse azul, será que tem como pintar uma parte da porta da geledeira com essa tinta? Ou para geladeira tem que modificar a massa da tinta?

    ResponderExcluir
  6. Oi, Flavia.

    Essa tinta que usei é PVA, para pintar paredes. Para pintar geladeira você precisa usar tinta automotiva. Esse tom de azul que usei se chama Cassino, da Suvinil. Não sei se na Suvinil eles possuem uma linha de tintas automotivas. Então, vá a uma loja de tintas e veja se na linha de tintas automotivas há o mesmo tom ou, ainda, um que se aproxime. Mas, para aplicar, você vai precisar chamar alguém para fazer isso por você, porque tinta automotiva se aplica com pistola, entendeu?

    Qualquer coisa só me mandar um e-mail. :)

    ResponderExcluir