Piso vinílico

Há três semanas fiz uma pesquisa sobre piso vinílico para apresentar um trabalho em sala. Como ficou interessante (a professora gostou, tá ;^P), achei bacana compartilhar com vocês. Vem comigo.

Aplicação

    Diversas cores para o escritório, a casa ou a academia.
  • São pisos indicados para qualquer tipo de ambiente, seja hospitalar, residencial, comercial, etc. Somente recomendados para áreas internas.
  • São encontrados em 3 formatos: régua, placa e manta. Suas diferentes padronagens imitam a textura de inúmeros materiais, tais como madeira, pedra, metal, etc.
  • A variedade em placa é muito utilizada na forma de piso elevado, normalmente usado por escritórios, que aumenta o piso em alguns centímetros, criando um espaço para a instalação de cabos de dados, cabos elétricos, ar condicionado ou, ainda, tubulações de água gelada para refrigeração.
  • Por ser antialérgico e antiderrapante, é recomendado também para ambientes onde residem idosos e crianças.
  • É resistente, térmico, antichamas, não retém poeira (sua superfície não é porosa); é confortável para caminhar, absorve os ruídos das passadas e, ainda, devido a sua composição, é totalmente imune a ataque de cupins.

Durabilidade

  • A vida útil depende de fatores tais como: qualidade da aplicação; qualidade do contrapiso e manutenção adequada.
  • O piso vinílico é resistente ao atrito e não arranha. Ainda assim, existem linhas indicadas para áreas residenciais, comerciais e industriais, conforme o tráfego de pessoas no ambiente. As fábricas costumam dar entre 5 a 25 anos de garantia.
  • O piso vinílico Eucafloor Evolution, por exemplo, quando instalado em ambientes residenciais, tem garantia de 25 anos contra defeitos de fabricação e, no caso de uso em ambientes industriais e comerciais, a garantia é de 5 anos.

Manutenção/Instalação
 
  • Dispensa argamassa, pois são instalados com cola ou, dependendo da variedade, apenas encaixados. Isso torna a instalação prática, limpa e fácil.
  • Pode ser aplicado diretamente sobre quase todos os tipos de piso, desde cerâmicos, granilites, concreto, mármore, epóxi e até mesmo sobre o contrapiso ou outro piso vinílico. Entretanto, a área precisa estar bem nivelada, ou seja, não deve possuir ondas ou depressões.
  • Não deve ser instalado sobre piso de cimento queimado, piso de madeira (taco, tábua, etc) e sobre pisos com rejunte maior do que 3mm.
  • Dependendo do modelo, deve-se evitar o uso em cozinhas, banheiros e lugares excessivamente úmidos, o que pode comprometer o desempenho da cola.
  • Por ser um piso feito de PVC, não mancha e não absorve líquidos. A limpeza deve ser feita usando vassoura de cerdas macias, pano úmido e detergente neutro.
  • Deve-se evitar o uso de materiais abrasivos, ceras (pois formam um filme gorduroso que dificulta a limpeza), solventes e derivados de petróleo.

     Imitação praticamente real de madeira. Piso específico para quadras, hospitais e ambientes infantis.

Custo

  • O piso vinílico proporciona uma decoração diferenciada e econômica, principalmente se comparado a outros modelos de pisos, como alguns revestimentos cerâmicos e os pisos de madeira (taco, madeira de demolição, etc).
  • žO valor do m² varia muito de uma loja para outra e de cidade para cidade, sendo cotado entre R$ 50,00 a R$ 200,00.
  • Na Studio Conceitual, que fica em Vitória/ES, o valor do m² custa R$ 139,00, incluindo a instalação. Esse valor é fixo e existe uma variedade de opções de cores e texturas.
  • Na Nobrepiso, também em Vitória, os valores vão de R$ 66,00 (a variedade com cola) a R$ 171,00 (que são os de encaixe, ou “clicados”). A instalação custa R$ 19,00 o m².
 
Fonte: casa-e-jardim; comprandomeuape; eucatex.
Imagens: amsdarquitetura.

0 comentários:

Postar um comentário